SEEC e cooperativas debatem logística de distribuição de alimentos da merenda para famílias e alunos da rede pública

O Subsecretario de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer – SEEC, Marcos Lael, recebeu, na manhã de segunda-feira (20), representantes de cooperativas e produtores rurais da agricultura familiar que atendem ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), para discutir a logística dos kits de alimentação da merenda escolar que serão distribuídos às famílias de alunos nas escolas da rede pública do Estado. A reunião também contou com a presença do Secretário da Agricultura de Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf), Alexandre de Oliveira Lima.

A Organização das Cooperativas do Estado do Rio Grande do Norte – OCERN, participou das discussões, representada pelo Superintendente Eduardo Gatto. “Nossa proposta é que o kit que será distribuído possa estar em sintonia com o planejamento produtivo das cooperativas. Existe uma produção que está pronta para ser escoada pelos agricultores para atender à demanda da rede escolar com frutas, verduras, hortaliças, bebida láctea e polpas, respeitando cultura e produção alimentar de cada região definidos pelas Diretorias Regionais de Educação e Cultura ”, destacou o Superintendente.

A iniciativa está em conformidade com o projeto de lei (PL 786/20) aprovado pelo Senado Federal no dia 30 de março de 2020, que autoriza, em caráter excepcional, durante o período de suspensão das aulas em razão de situação de emergência ou calamidade pública, a distribuição de gêneros alimentícios adquiridos com recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar aos pais ou responsáveis dos estudantes das escolas públicas de educação básica.

O PNAE é gerenciado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e se destina a suprir parcialmente as necessidades nutricionais de alunos da rede pública de educação básica.